sexta-feira, 24 de abril de 2009

Incrível: fuga de gás num penalty vale cartão amarelo

A pergunta bem pode passar a fazer parte dos testes para candidatos a árbitro: e se, no momento em que um jogador se prepara para marcar um penalty, um adversário soltar dos calções uma ruidosa manobra de diversão? 

Foi o que sucedeu este domingo, em Inglaterra, durante um jogo de futebol amador, entre o Chorlton Villa e o International Manchester. O árbitro em causa não teve dúvidas: advertiu o jogador com o cartão amarelo, por «conduta imprópria» e ordenou a repetição da falta, já que o jogador do International Manchester, possivelmente gaseado, acusou o toque, falhando a primeira conversão do penalty. À segunda, sem ruídos gástricos à mistura, foi mesmo golo. 

O caso aconteceu em Stretford e motivou algumas críticas do treinador do Chorlton Villa, citado pelo Guardian: «O primeiro penalty foi defendido por ter sido mal marcado, não foi por causa do barulho. Ninguém protestou com o árbitro e os nossos adversários ficaram tão chocados como nós», afirmou Ian Treadwell, que garantiu ter entre mãos uma equipa «normalmente exemplar». 

Apesar de uma ou outra fuga de gás, e de três expulsões e duas advertências no jogo com o International Manchester, Treadwell garante que não tem «uma equipa suja» (valha-nos isso...) lembrando que as expulsões aconteceram na sequência de discussões com o árbitro. «Aguardamos com expectativa o relatório da Federação», frisou Treadwell, cuja equipa, mesmo reduzida a oito elementos, conseguiu segurar uma vitória por 6-4. 

Do lado do International Manchester, pelos vistos, ninguém levou a mal: «Não há animosidade, somos duas equipas com laços de amizade. Tudo isto foi hilariante», explicou ao Guardian Pauline Riley, secretária do clube.

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares

Recomendamos ...