sexta-feira, 10 de julho de 2009

Afinal foi o gato que atacou o cão, duas vezes

Um gato chamado «Hoppy» foi recolhido pela segunda vez em dois anos por uma entidade de controlo e protecção de animais de Minneapolis, no estado americano de Minnesota, depois de ter atacado um cão e o seu dono.

De acordo com o jornal «Globo», Russ King contou que estava a passear com o seu cão na noite de 20 de Maio quando um gato chamado «Hoppy» o atacou fazendo-lhe arranhões. Quando ele tentou ajudar, o gato também o arranhou.

Contudo, o dono do animal, Lee Noltimier, de 82 anos, defendeu-se das acusações, dizendo que «Hoppy» tem 19 anos, está muito velho, tem medo das pessoas e que nunca causou ferimentos a ninguém. «Hoppy não morde, não arranha», revelou o dono.

Os vizinhos não partilham da opinião do responsável pelo animal e dizem mesmo que o gato é perigoso, confirmando que este também atacou outro cão e o seu dono em 2007.

Um dos vizinhos revela mesmo que o dono tem de perceber que o gato é uma ameaça à segurança pública.
«Hoppy» ficou em observação. Foi libertado esta terça-feira depois de receber um micro-chip e ser vacinado contra a raiva.

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares

Recomendamos ...