quarta-feira, 3 de agosto de 2011

No Confessionário

Uma família temente a Deus e muito pobre prepara-se para o Natal, mas como não têm dinheiro para comprar o perú, uma vizinha oferece-lhes o dito.
A mãe pede ao filhinho que vá a casa da vizinha buscar o bendito peru.
A criança entra em casa da senhora e quando já tem o perú nas mãos batem à porta (é o amante da vizinha) e a mesma pede ao menino que se esconda dentro do roupeiro.
Está a senhora na cama com o amante, quando entra em casa o marido que se tinha esquecido duns papeis importantes.
A senhora apressa-se a enfiar dentro do roupeiro o amante.
O marido vai ao quarto buscar o que lhe faltava e pergunta à mulher o que é que ela está a fazer de roupão.
Enquanto esta lhe tenta dar uma explicação começa a criança:
- Eu tenho um perú!
-Amante: Chiuu...está calado!
-Criança: Eu tenho um perú!
-Amante: Já te disse, está calado! Dá cá o perú!
-Criança: Se me der 1 conto...
-Amante: Toma lá um conto, dá cá o perú...
-Criança: Eu tinha um perú!
-Amante: Mau...toma lá o perú e está calado!
-Criança: Eu tenho um perú!
-Amante: Ai, ai, ai,ai,ai... dá cá o perú...
-Criança: Se me der 5 contos...
E a história continuou até ao marido se ir embora de casa sem se aperceber de nada...
Assim que o marido saiu, a senhora tirou o amante do armário, acabou o
servicinho e mandou o menino embora.
Quando chegou a casa a mãe vê a dinheirama que ele trazia na mão!
- Ó filho que dinheiro é esse que trazes aí? Roubaste-o?!
- Não mãezinha - e contou à mãe o que assistiu em casa da vizinha...
- Ai meu Deus, a vizinha tão boazinha e tu a inventares uma história dessas!
- É verdade mãezinha...
A mãe sem acreditar e pensando que o filho roubou a vizinha, manda o filho à igreja confessar-se.
A criança muito triste, lá vai à igreja. Quando entra no confessionário diz ao padre:
- Padre, eu tinha um perú...
Interrompe-o logo o Sr. Padre: - Bolas outra vez a mesma conversa do perú?!
- Toma lá dez contos e desampara-me a loja!

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares

Recomendamos ...