segunda-feira, 3 de junho de 2013

INEM inglês diz a homem para não ser «chato»




Um britânico vai apresentar queixa contra o NHS Direct (INEM inglês), depois de o serviço de emergência lhe ter dito, por telefone, para parar de «ser chato», quando insistia no auxílio à mãe, uma idosa de 84 anos, que teve de aguardar mais de três horas por uma ambulância com a anca e o ombro fraturados.

Iris Burton, de Ratby, Leicester, caiu na rua quando regressava a casa ao final da tarde. Depois de dez minutos a pedir ajuda, uma mulher veio em seu auxílio, chamando uma ambulância e telefonando ao filho da vítima.

Quando chegou ao local, e vendo que a mãe ainda não tinha sido socorrida ao fim de uma hora, Philip Burton voltou a ligar para os paramédicos, que lhe disseram não ter nenhuma viatura disponível. «Perguntei quando é que chegaria e disseram-me para parar de ser chato», contou ao The Telegraph.

A idosa teve de esperar cerca de três horas e meia pela chegada da ambulância. Philip tentou manter a mãe confortável, mas, devido às fraturas, a mulher «estava em agonia».

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares

Recomendamos ...