sábado, 15 de junho de 2013

Ó Mãe, ó Mãe

- Ó Mãe, ó Mãe! Lá na escola chamam-me cabeçudo!
- Ó, meu querido... Não ligues! Olha, agora vai à mercearia e traz-me cinco quilos de batatas.
- Está bem, mamã. Onde é que as trago?
- Na tua boina, meu amor.

- Ó Mãe, ó Mãe! Lá na escola chamam-me mafioso...
- Deixa lá, meu filho. Amanhã eu vou lá e trato do assunto.
- Ó Mãe... mas faz com que pareça um acidente!

- Ó Mãe, ó Mãe! Lá na escola chamam-me implicativo...
- Ó, meu filho... deixa lá, eles não dizem isso por mal...
- Ó Mãe... estás a querer insinuar alguma coisa?

- Ó Mãe, ó Mãe! Lá na escola chamam-me peludo...
Ao que a Mãe grita:
- Queriiidooo! O cão está outra vez a falar comigo!

- Ó Mãe, ó Mãe! Lá na escola chamam-me cabeçudo...
- Ó, meu filho... Mas porque é que tu não vais atrás deles?
- Ó Mãe, mas eles metem-se por ruas muito estreitinhas...

- Ó Mãe, ó Mãe! Lá na escola estão-me sempre a chamar extraterrestre!
- Deixa lá, meu filho. Vá, agora fecha os três olhinhos e dorme.

- Ó Mãe, ó Mãe! Lá na escola chamam-me dentuças...
- Ó, meu querido, não ligues... Vá, agora fecha a boca que estás a riscar o chão.

- Ó Mãe, ó Mãe! Lá na escola chamam-me mentiroso!
- Está calado que tu nem andas na escola!

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares

Recomendamos ...